Júri Internacional

Stefano Savio

Stefano Savio

Stefano Savio, natural da Itália, vive e trabalha em Lisboa desde 2007.

É diretor da Festa do Cinema Italiano, um evento que desde há 15 anos promove o cinema italiano nos países lusófonos. Através da Risi Film gere em Portugal a plataforma de cinema independente Filmin.pt e ocupa-se de distribuição cinematográfica em Portugal e no Brasil. Desde 2018 organiza o "Luso! - Mostra itinerante do novo cinema português na Itália".

No passado trabalhou no Festival de Cinema de Veneza, no Estoril Film Festival e apoiou a realização do Olhares sobre Angola, um evento dedicado ao cinema angolano que se realizou em Lisboa desde 2012 até 2016.


Noémie Mendelle

Começou a sua carreira cinematográfica com a Steel Bank Films (1982), uma oficina cinematográfica do Canal 4 sediada em Sheffield. É uma realizadora experiente, e produtora internacional, tendo trabalhado em numerosos documentários premiados para festivais e emissões (Ch4, BBC, Arte, RTP, RTBF...). O seu último documentário galardoado foi "Sculpting the Spirits" (2016) e a sua última série para a BBC foi "Right Here" (2021). Em 2004, criou o Scottish Documentary Institute e criou vários programas para desenvolver documentários criativos na Escócia, tais como "Bridging the Gap, This is Scotland, Right Here" e "Edinburgh Pitch" para ligar a Escócia à rede documental internacional. Actua como produtora executiva de documentários vencedores de prémios da SDI: "Campos da Liberdade" (2018 TIFF/IDFA), "Tornar-se Animal" (2018 CPH Dox/IDFA) "Time Trial" (2017 IDFA) "Donkeyote" ARTE/ZDF (2017 Roterdão) / "Seven Songs for A Long Life" BBC/POV (2016 SXSW) /" Where You Are Meant to Be" BBC (2016 EIFF/Sheffield) Grierson Award (2016). Em colaboração com o British Council, dirige uma série de workshops internacionais na Ásia e na região do MENA, chamados Stories. Os mais recentes são as Histórias de Jacarta, Histórias de Pequim e agora Histórias do Quénia (2021).

Em 2019, foi nomeada membro da Academy for the Documentary section.

Noémie Mendelle

Mariano Bartolomeu

Mariano Bartolomeu

Mariano Bartolomeu, é um realizador de cinema angolano nascido em 1967 em Caculama, aldeia de Malanje. Estudou direção cinematográfica e televisiva na prestigiosa Escola Internacional de Cinema e Televisão de San Antonio de Los Banhos em Havana, Cuba, instituição fundada pelo escritor colombiano Gabriel Garcia Marquez. Ele continuou os seus estudos de cinema  na Universidade de Ohio em Athens, onde concluiu  o seu mestrado em produção de cinema, quando beneficiou de  uma bolsa Fulbright dos Estados Unidos da América. Mariano viveu e trabalhou na Itália e Angola antes de se mudar para os Estados Unidos, onde actualmente reside e trabalha. Seus filmes foram selecionados para competição em festivais internacionais de cinema, incluindo,  Havana, (Cuba), Rimini e Milão, (Itália), Locarno, (Suíça), Cinema du Reel em Paris  e Amiens (França), Oberhausen, (Alemanha), Tróia, (Portugal), entre outros.

Filmografia: “Caribeando”, curta-metragem, 1989, “Um Lugar Limpo e Bem Iluminado”, curta-metragem, 1991 “Quem Faz  Correr o Quim?”, curta-metragem, 1992 “O Sol Ainda Brilha”, documentário, 1995, “The Plane”, curta-metragem experimental, 2000, “O Contador de Historias”, curta-metragem, , 2004, “O Comba”  mini-serie de TV, 2005, “Uma Noite Perfeita Para Falar de Amor”, curta-metragem, 2008